Economia

Crédito ao consumo disparou em março para os 538 milhões de euros

Crédito automóvel foi o que registou o crescimento mais significativo.


O crédito ao consumo disparou para 538 milhões de euros em março, acima dos 387 milhões de euros registados no mês de fevereiro, divulgou esta segunda-feira o Banco de Portugal (BdP). Desse valor, 249 milhões de euros foram destinados a fim pessoal, 205 milhões de euros para compra de carro e 84 milhões para cartões e descoberto.

O crédito automóvel foi o que registou o crescimento mais significativo, tendo subido 54% em março. Já o número de contratos cresceu 53,9% para os 14617.

Já o crédito pessoal subiu em todas as suas vertentes. Para educação, saúde, energias renováveis e locação financeira de equipamentos cresceu 41,1% no mês em análise face ao mês anterior e 44,3% face ao ano anterior. O crédito sem finalidade específica aumentou 31,6% em março mas mostra uma descida de 8,3% face ao mesmo mês do ano anterior. No total, registou um crescimento de 32% para 249 milhões de euros e o número de contratos subiu 31,4% para os 36489.

Nos cartões de crédito, as contas correntes bancárias e facilidades de descoberto cresceram em valor de crédito – mais 28,4% que em fevereiro para os 84,3 milhões de euros – e em número de contratos: 29,1% para os 67252. Já a subida anual é de 24,3%.