Internacional

Polícia espanhola salva bebé e "dezenas de menores que chegavam a Ceuta por mar"

Além da imagem que mostra um agente a salvar um bebé, a autoridade espanhola publicou ainda mais duas fotografias de outras crianças a serem salvas. Fotografias que representam os oito mil homens, mulheres e menores marroquinos que tentaram entrar em Espanha.


A Guardia Civil revelou, na terça-feira, várias imagens do resgate de “dezenas de menores que chegavam a Ceuta por mar com as duas famílias”. Entre elas há uma que se sobressai: um agente com um bebé de poucos meses suspenso nas suas mãos para que não se afogasse.

O resgate ocorreu na passada segunda-feira, na altura em que começaram a chegar milhares de migrantes marroquinos a Ceuta, na fronteira entre Espanha e Marrocos.

“O pai não podia com o bebé, afogavam-se, o guarda salvou-o”, disse um porta-voz da Guardia Civil, citado pelo jornal espanhol ABC, referindo-se ao agente Juan Francisco, membro do Grupo Especial de Atividades Submarinas da Guardia Civil.

“Tivemos muitos destes resgates no limite. Os agentes saltaram para o mar sem pensar, tirando a roupa ou com ela, como se vê nas imagens", explicou.

A autoridade espanhola publicou ainda mais duas fotografias de outras crianças a serem salvas. Fotografias que representam os oito mil homens, mulheres e menores marroquinos que tentaram entrar em Espanha.

Até ao momento, o governo marroquino ainda não se manifestou sobre a crise migratória, mas a polícia do país encerrou, esta quarta-feira, a passagem de fronteira da praia do Tarajal, segundo avança a agência Efe.

Dos oito mil migrantes, cerca de metade – 4.800 – já voltaram a Marrocos e 1.500 menores não acompanhados estão temporariamente acolhidos em Ceuta.

Os comentários estão desactivados.