Vida

Tio de Kate Middleton diz que a sobrinha está "a tentar mediar" a guerra entre William e Harry

O tio materno de Kate Middleton considera "que se Harry não se controlar e não parar com estes episódios auto-indulgentes, em breve não haverá uma relação para ser reconstruída".


O tio materno de Kate Middleton afirmou que a duquesa de Cambridge está a “tentar mediar” a guerra entre os príncipes William e Harry e “trazer paz” à família real após as entrevistas polémicas do duque de Sussex.

Em declarações à revista Closer, Gary Goldsmith, irmão da mãe de Kate Middleton, afirmou que ficou feliz quando soube que Harry tomou a decisão de passar a ter “uma vida mais privada”, mas que agora está “zangado” e “preocupado com ele”.

“Toda a gente está surpreendida. Ele queria dar um passo atrás e proteger a sua mulher, mas agora está a atacar. É um ataque à família. Porque fazer isso? Se queres ter uma vida fácil, resolves isso em particular e conversas com respeito. Não vais ao ar em público, é muito doloroso”, afirmou.

Gary considera que “se alguém pode trazer paz para a realeza” é Kate. “Ela é uma excelente árbitra e uma pessoa pacífica. Cada osso do seu corpo é sobre fazer amigos e fazer o melhor que pode... Ela está a tentar mediar”, afirmou.

“A dura verdade – na minha opinião – é que se Harry não se controlar e não parar com estes episódios auto-indulgentes, em breve não haverá uma relação para ser reconstruída”, considerou.

Na opinião do tio de Kate, “a imagem” da família real não será “prejudicada” pelas acusações do príncipe Harry, que incluem racismo e falta de empatia com saúde mental.

“Nunca tive tanto orgulho na família real. Eles dão-nos uma sensação de estabilidade e mantiveram a sua dignidade. Toda a gente ama a nossa Rainha e acho que, com tudo o que se está a passar no mundo, os monarcas são importantíssimos para a nossa nação. Isto não os irá prejudicar, de todo”, concluiu.