Vida

Casa de um dos homicídios de Charles Manson foi vendida por mais de 1,5 milhões de euros

Zak Bagans, investigador paranormal e ator norte-americano, tinha comprado a mansão em 2019, mas decidiu vendê-la.

Realtor.com
Realtor.com
Realtor.com
Realtor.com
Realtor.com
Realtor.com
Realtor.com

A mansão onde os seguidores de Charles Manson assassinaram brutalmente Rosemary e Leno LaBianca, em 1969, tem um novo dono.

Depois de oito meses no mercado, a casa, situada em Los Angeles, foi vendida por 1,875 milhões de dólares, cerca de 1,5 milhões de euros.

Zak Bagans, investigador paranormal e ator norte-americano, tinha comprado a mansão em 2019 por 1,89 milhões de dólares. Após oito meses a tentar vender a habitação por 2,2 milhões de dólares viu-se obrigado a descer o preço.

Segundo o TMZ, o novo dono da casa deseja manter-se anónimo.

Recorde-se que o homicídio dos LaBianca ocorreu um dia depois do assassinato da atriz Sharon Tate, grávida de oito meses, e de quatro amigos, em Los Angeles.