Cultura

O Monstra está de volta e com ele o cinema belga em destaque

Lisboa volta a receber o festival de animação Monstra, que nesta edição dá destaque à Bélgica, contando na programação com cerca de 500 filmes.


A 20.ª edição do Monstra - Festival de Animação de Lisboa arranca a 21 de julho e estende-se até 1 de agosto. São 480 filmes, com apresentações ao ar livre, antestreias, clássicos e uma competição portuguesa composta por 11 filmes.

O cinema belga será o centro das atenções, não fosse o 21 de julho o Dia Nacional da Bélgica e o dia de arranque do festival. "Queremos prestar homenagem a um país que muito tem contribuído para o desenvolvimento do cinema de animação. Foi há 190 anos que em Bruxelas Joseph Plateau inventou o fenacistoscópio, o primeiro brinquedo ótico com movimento que está na génese da criação do cinema", declarou Fernando Galrito, diretor artístico do festival, em comunicado.

O Festival Anima, de Bruxelas, é o grande parceiro do Monstra neste destaque, e alguns dos filmes em exibição serão "Harpya", de Raoul Servais, "Tintim" ou "Lucky Luke". E como sobremesa, a antestreia da comédia infantil "The Bigfoot Family", do belga Ben Stassen.

A competição portuguesa do festival contará com 11 filmes portugueses, realizados no último ano. Entre eles a estreia de Joana Toste em Lisboa com a curta "A Menina Parada", bem como "The Monkey", de Lorenzo Degl'Innocenti e Xosé Zapata, numa coprodução ibérica, que foi estreado na edição anterior da Monstra.

O festival contará também com uma secção de competição internacional de longas-metragens, com quatro filmes europeus e um do Japão - "Calamity - a infância de Martha Jane Cannary", de Rémi Chayé, "Josep", de Aurel, "O nariz ou a conspiração dos dissidentes", de Andrey Khrzhanovsky, "Wolfwalkers", de Tomm Moore e Ross Stewart, e "Aya e a feiticeira", de Goro Miyazaki.

O Monstra decorre na cidade de Lisboa, com exibições no Cinema São Jorge, Cinema City Alvalade, Cinema Ideal, Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema, Cinemateca Júnior e no Capitólio.

Também o Largo de Camões e o Jardim da Estrela serão palco de sessões ao ar livre.

Será ainda inaugurada uma exposição com elementos do filme "O crime peculiar do estranho sr. Jacinto", de Bruno Caetan, no Museu da Marioneta.