Sociedade

Surto com origem em casamento com 34 infetados nas Caldas da Rainha

Cerca de 150 pessoas estão em isolamento.


Um casamento originou um surto de covid-19 nas Caldas da Rainha, que conta já com 34 casos positivos. Na cerimónia estiveram mais de 150 pessoas.  

De acordo com a delegada de saúde coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte, Cristina Pecante, citada pela agência Lusa, entre os convidados “34 tiveram resultado positivo e cerca de 150 estão em isolamento, muitos ainda aguardando a realização ou o resultado de testes, o que poderá significar que o número de infetados venha a subir”.

“Duas das pessoas infetadas estão internadas numa unidade hospitalar”, acrescentou.

O casamento que originou o surto aconteceu no dia 12 de julho, em Alcobaça, e os convidados fazem parte de uma família da freguesia de Salir de Matos, no concelho das Caldas da Rainha.

Segundo a responsável, as proporções desta situação agravaram-se “pelo facto de os primeiros familiares infetados não terem revelado ter estado num casamento”, uma situação que só foi confirmada pelas autoridades de saúde “cerca de 10 dias depois de a maioria dos familiares terem continuado a trabalhar, a frequentar a escola e a fazer vida social”.

Na sequência deste surto, “há alunos em isolamento de escolas das Caldas da Rainha, Óbidos, Alcobaça e Bombarral”.

Segundo a delegada de saúde, na área do Aces Oeste Norte, do qual fazem parte os concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Nazaré, Óbidos e Peniche, regista-se ainda, em Alcobaça, “um surto relacionado com uma festa familiar, que gerou 13 casos positivos”. O terceiro caso mais grave, com 10 pessoas infetadas, no Bombarral, deve-se a um surto detetado num restaurante.

Os comentários estão desactivados.