Economia

Produção da Galp cresce 3% no 2.º trimestre e cai 3% em termos homólogos

Dados são ainda provisórios, “podendo diferir dos números finais”.


A produção da Galp Energia atingiu 128,4 mil barris por dia no segundo trimestre deste ano, o que representa um aumento de 3% face ao trimestre anterior e uma queda de 3% comparativamente ao período homólogo de 2020, foi esta segunda-feira anunciado.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp Energia lembra que estes dados são ainda provisórios, “podendo diferir dos números finais” que serão divulgados no próximo dia 26 antes da abertura da Euronext Lisbon.

No que se refere às vendas de produtos petrolíferos a clientes, estas fixaram-se em 1,5 milhões de toneladas no segundo trimestre, mais 17% face ao trimestre anterior e mais 31% do que no mesmo período de 2020. A empresa explica que estas vendas beneficiaram do “aumento da mobilidade registada durante o período e do alívio das medidas de confinamento que têm sido aplicadas na Península Ibérica”.

Relativamente, às vendas de gás natural, que atingiram 4,5 TWh no segundo trimestre, traduzindo decréscimos de 10% em cadeia, ou seja face ao último trimestre, e de 8% em termos homólogos. Segundo a Galp a evolução das vendas de gás natural refletem sobretudo “o efeito sazonal na procura”.

“Suportadas por uma maior aquisição de clientes”, as vendas de eletricidade cifraram-se em 1.019 GWh no segundo trimestre deste ano, mais 7% do que no trimestre anterior e mais 50% do que no período homólogo, adianta ainda a Galp.