Sociedade

Internamentos devido à covid-19 sobem pelo quinto dia consecutivo

Desde 23 de março que não havia tantos doentes internados devido ao novo coronavírus. 


Portugal registou 2.650 novos casos de covid-19 e nove mortes associadas à doença, nas últimas 24 horas. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta terça-feira, o país soma agora um total acumulado de 912.406 infetados desde o início da pandemia e 17.173 vítimas mortais.

O número de mortes hoje registado é o mais elevado desde 8 de julho, quando também morreram nove pessoas devido à covid-19 e dia em que se registou o número diário de óbitos mais elevado desde 2 de abril.

Destas mortes, seis ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Alentejo e uma no Norte.

Quanto aos novos casos, 1.141 foram diagnosticados na região de Lisboa e Vale do Tejo, 939 no Norte, 276 no Centro, 220 no Algarve e 50 no Alentejo. Na Madeira há 16 novas infeções e nos Açores oito.

Depois de ontem se registar o número de internados com covid-19 mais elevado dos últimos quatro meses, este parâmetro voltou a subir. Há agora 742 infetados a receber tratamento hospitalar, mais 13 do que ontem – este número é o mais elevado desde 23 de março, quando havia 743 doentes covid nos hospitais portugueses. Há agora 161 doentes, menos dois face ao último balanço, em Unidades de Cuidados Intensivos.

Sublinhe-se que os internamentos em enfermaria estão a subir há já cinco dias consecutivos.

Por outro lado, mais 3.490 pessoas recuperaram da doença, elevando o número total de recuperados desde o início da pandemia para 850.034. Este número ajudou ainda a que descesse ligeiramente o número de casos ativos no país: são atualmente 45.199, menos 849 do que ontem.

As autoridades de saúde têm 76.360 contactos em vigilância.

Já os valores da incidência e do incide de transmissibilidade (Rt) não sofreram qualquer alteração, uma vez que são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Segundo os dados divulgados esta segunda-feira, Portugal tem uma incidência de 315,6 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e Portugal continental de 325,2. O RT situa-se nos 1,16 tanto a nível nacional, como quando considerado apenas o continente.

Consulte aqui o boletim na íntegra.