Internacional

No Irão foi lançada uma aplicação de encontros... para casar

Aplicação vai combinar, através da inteligência artificial, "pessoas solteiras em busca de casamento permanente".


No Irão já se pode procurar um marido ou esposa através de uma aplicação, depois de as autoridades iranianas lançarem a plataforma Hamdam.

De acordo com a televisão estatal, citada pela AFP, a Hamdam, que significa “companheiro”, tem como objetivo ajudar os jovens a encontrar alguém para um casamento “duradouro” e “informado”.

Segundo a mesma agência noticiosa, no Irão a aplicação de encontros mundialmente conhecida Tinder é bastante popular. Contudo, Ali-Mohammad Rajabi, chefe de polícia responsável pela segurança no ciberespaço, sublinhou que a Hamdam é a única plataforma de encontros aprovada pelo Estado e todas as outras são ilegais no país.

Mas como funciona este aplicativo? Ao contrário do habitual, aqueles que utilizarem a Hamdam não vão conhecer a sua futura esposa num ambiente de privacidade, uma vez que quando dois jovens são emparelhados, as famílias são automaticamente envolvidas no processo, com a presença de consultores, que irão acompanhar os jovens que decidem casar durante quatro anos.

Antes de acederam aos dados e fotografias de outros utilizadores, os jovens que se registarem, gratuitamente, têm de passar num teste psicológico.

Sublinhe-se que em março o Irão aprovou uma lei para o “rejuvenescimento da população” e “apoio à família”, na qual se restringe, por exemplo, o aborto. As autoridades iranianas têm alertado também para o casamento cada vez mais tardio dos jovens.