Vida

Harry quer um batismo real para a filha no Reino Unido, mas Rainha está "sob pressão" para recusar cerimónia

Duques de Sussex desejam batizar a filha mais nova.


A Rainha Isabel II está “sob pressão” para recusar um batismo real a Lilibet Diana, filha mais nova do príncipe Harry e Meghan Markle.

De acordo com o Daily Star, os duques de Sussex podem regressar ao Reino Unido no outono para batizar a filha recém-nascida. Esta é uma de duas opções que estarão em cima da mesa. Acredita-se que o casal poderá optar por batizar a filha nos Estados Unidos, numa cerimónia muito mais pequena, o que terá deixado Kate Middleton, mulher de William, “devastada”, uma vez que a duquesa de Cambridge se tem esforçado para melhorar a relação com os cunhados, depois das polémicas que afetaram a família.

De acordo com a revista Life&Style, o desejo de batizar Lilibet Diana será do príncipe Harry, que está ansioso para que tal aconteça.

“Por mais que esteja apaixonado por Meghan e comprometido com sua nova vida e família, o Harry ainda é um britânico no coração”, disse uma fonte à revista. “Ele não quer que Lili seja o único membro da realeza na história de seu país a ser batizado fora do Reino Unido", acrescentou.

Contudo, o desejo de Harry poderá ser mais difícil de realizar do que parece, uma vez que a Rainha estará “sob pressão” para recusar a cerimónia.
 
"Ela adora o Harry e permitiu que ele se safasse de tanto. Parece que ele e a Meghan finalmente terão um despertar muito desagradável", acrescentou a mesma fonte.
 
Recorde-se que Lilibet Diana nasceu em junho deste ano. Os duques de Sussex são ainda pais de Archie, de dois anos, que foi batizado no Reino Unido.