Sociedade

Chamas deflagram em zona de mato e povoamento florestal em Odemira

O incêndio tem duas frentes ativas. No terreno estão 193 bombeiros e 11 meios aéreos. 


Um incêndio, que deflagrou numa zona de mato e povoamento florestal, está a ser combatido por 193 bombeiros e 11 meios aéreos, esta quarta-feira, na freguesia de Sabóia, em Odemira.

O alerta para o fogo ocorreu pelas 13h14, segundo o site da Autoridade Nacional da Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

As chamas começaram numa zona da localidade de João Martins, na freguesia de Sabóia, e está a consumir "sobreiros, eucaliptos e pinheiros" e “tem duas frentes ativas”. Os bombeiros estão “a combater as chamas e também a fazer proteção a habitações dispersas”, descreveu uma fonte da ANEPC à agência Lusa.

"Há habitações dispersas que se encontram na frente de fogo e os bombeiros estão também a protegê-las. Até ao momento, não temos conhecimento de qualquer habitação atingida", afirmou a mesma fonte.

No local, estão 193 elementos de várias corporações de bombeiros, 49 veículos e 11 meios aéreos, envolvendo ainda meios da Força Especial de Proteção Civil, assim como a AFOCELCA, GNR e Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).