Vida

Reese Witherspoon recorda falta de apoio após o nascimento da primeira filha

Atriz desabafou sobre os desafios iniciais da maternidade.


Reese Witherspoon recordou a falta de apoio daqueles que lhe eram mais próximos e os desafios que enfrentou após o nascimento da sua primeira filha, Ava, de 21 anos. A atriz, de 45 anos, falou sobre o assunto no podcast ‘We Are Supported By…’, de Kristen Bell.

“Eu não tive muito apoio com o meu primeiro bebé e aprendi rapidamente que daquela maneira não ia dar certo”, afirmou Reese Witherspoon, que foi mãe pela primeira vez em 1999, com 23 anos. “Eu lutei com tudo nos meus cinco primeiros meses como mãe da Ava, fiquei sem dormir e cheguei a delirar”, acrescentou.

Contudo, apesar dessa falta de apoio, a atriz lembrou que teve sorte por na altura ter uma boa vida a nível financeiro e sucesso profissional, o que a ajudou a afastar-se do trabalho durante o primeiro ano da filha.

“Eu tive sorte suficiente para ter dinheiro guardado e não precisar de trabalhar, mas este [maternidade] não é um trabalho para uma pessoa só, digo inclusive que não é trabalho para apenas duas pessoas. Por que não valorizamos mais a forma como criamos as nossas crianças?”, questionou a atriz. “Criar um bom ser humano é praticamente impossível. E não valorizamos nada disso”, considerou, defendendo que são precisos mais apoios para que as pessoas possam deixar os seus trabalhos para cuidar dos filhos.

Sublinhe-se que além de Ava, a atriz também é mãe de Deacon, de 17 anos, e Tennessee, de oito. Os filhos mais velhos de Witherspoon são fruto do seu casamento com o ator Ryan Phillippe, entre 1999 e 2006, e o mais novo nasceu do seu casamento atual com o empresário Jim Toth.