Sociedade

Task-force revela que cerca de 90 mil utentes não compareceram para administração da segunda dose e deixa apelo

Task-force sublinha que vacinas são "seguras e eficazes".


Cerca de 90 mil utentes chamados para a administração da segunda dose da vacina contra  a covid-19 não compareceram num centro de vacinação, informou, esta sexta-feira, a task-force que coordena o processo de vacinação contra o novo coronavírus em Portugal.

Desta forma, o grupo de trabalho liderado pelo vice-amirante Henrique Gouveia e Melo apela “a todos os utentes que se encontrem nesta situação a comparecem num centro de vacinação, recorrendo à modalidade 'Casa Aberta'”.

A task-force recorda que existe agora “um ritmo de vacinação mais reduzido”, uma vez que a maioria da população já se encontra vacinada, e também disponibilidade de vacinas. Além disso, as segundas doses podem ser administradas num centro de vacinação diferente do local onde foi administrada a primeira dose.

“Dirija-se a um centro e vacine-se, as vacinas contra a covid-19 são seguras e eficazes. Só juntos e com sentido de responsabilidade individual e comunitário será possível vencer este vírus”, apela.