Cultura

Ponte de Winnie the Pooh leiloada por 154 mil euros em Inglaterra

A ponte, construída por volta de 1907 e conhecida como Posingford Bridge, ficou famosa após aparecer desenhada neste clássico livro infantil.


A bucólica ponte de madeira do campo inglês que inspirou Alan Alexander Milne, autor das aventuras de Winnie the Pooh, foi vendida por mais de 131 mil libras, o equivalente a 154 mil euros – o dobro do que se previa – num leilão em Inglaterra. O preço da ponte foi estimado entre 40 mil e 60 mil libras, mas o resultado surpreendeu, superando todas as expectativas e alcançando 131.625 libras.

James Rylands, especialista da casa de leilões britânica Summers Place Auctions, afirmou ontem estar “absolutamente feliz por ter conseguido vender uma peça da história da literatura”.

Descrevendo a estrutura como “uma peça icónica da história literária na forma física”, Rylands disse ainda que “houve interesse de muitos potenciais compradores em muitos países”: “Mas estamos entusiasmados com a sua permanência no Reino Unido – é um final muito feliz e não poderíamos esperar nada melhor”, sublinhou.  Segundo o especialista, o  criador do “ursinho barrigudo”, gostava desta ponte da floresta de Ashdown, no sudeste da Inglaterra. Ele e o seu filho Christopher Robin Milne, que inspirou o pequeno amigo de Pooh, costumavam brincar na ponte um jogo que inventaram chamado “Poohsticks”: cada jogador lançava uma vara contra a corrente e vencia a vara de quem chegasse primeiro debaixo da ponte.

A estrutura original de madeira foi construída com carvalho em 1907 para transportar pedestres, cavalos e carroças ao longo de um rio na Floresta Ashdown, cenário das histórias e poemas Pooh. Acabou depois por ser substituída por uma réplica em 1999 (com o apoio da Disney), após as inúmeras visitas de milhares de pessoas ansiosas para recriar o famoso desenho de EH Shepard de Christopher Robin inclinado sobre a ponte, que acabaram por deixá-la desgastada e frágil. A ponte original foi desmontada e armazenada. Em 1979 foi oficialmente nomeada de Poohsticks Bridge.

Rylands, relembra ainda a magia destas “tábuas de madeira”: “A atração do Winnie the Pooh é a inocência de uma época passada e é tão saudável. Há tanta maldade no mundo, mas o Pooh acaba por trazer sempre um sorriso no seu rosto”.

A ponte original foi colocada à venda após ser totalmente restaurada: as partes que faltavam foram reconstruídas com carvalho da região. O novo proprietário, Lord De La Warr, planeia colocá-la na sua propriedade de Buckhurst Park, em Withyham, no sudeste da Inglaterra. A primeira coleção de histórias do Ursinho Pooh foi publicada em 1926.