Internacional

UE já exportou mais de mil milhões de vacinas contra a covid-19 e doou 87 milhões

UE é, “muito claramente, o maior exportador de vacinas contra a covid-19”, sublinhou von der Leyen.


A União Europeia (UE) já exportou mais de mil milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para 150 países. Destas, cerca de 87 milhões foram doadas a países de baixo e médio rendimento.

“Atingimos um marco importante na entrega de vacinas contra a covid-19 ao mundo. A União Europeia exportou mais de mil milhões de doses de vacinas para todo o mundo nos últimos 10 meses”, anunciou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na manhã desta segunda-feira, em Bruxelas.

“As vacinas produzidas na UE foram enviadas para mais de 150 países em todos os continentes, do Japão à Turquia, do Reino Unido à Nova Zelândia, da África do Sul ao Brasil”, destacou, sublinhando que, do total, a UE entregou “cerca de 87 milhões de doses a países de baixo e médio rendimento através do [mecanismo de acesso às vacinas] COVAX”.
Para a responsável, a UE é “muito claramente, o maior exportador de vacinas contra a covid-19”.

“Sempre partilhámos as nossas vacinas de forma justa com o resto do mundo. Exportamos tanto quanto entregamos aos cidadãos da UE e, de facto, pelo menos cada segunda vacina produzida na Europa é exportada, ao mesmo tempo que temos permitido a vacinação dos nossos cidadãos”, rematou, sublinhando que a UE está “a fazer a sua parte” para atingir o objetivo de conseguir, até ao outono de 2022, uma taxa de vacinação global de 70% - tal como também foi assumido pelos EUA.