Sociedade

Lacerda Sales diz que rejeitar inscrições de utentes nos centros de saúde "é uma irresponsabilidade"

A posição de Lacerda Sales surge após o Jornal de Notícias ter noticiado que vários centros de saúde atingiram o limite de utentes e estão a rejeitar novas inscrições.


O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, considerou, esta segunda-feira, que rejeitar inscrições de utentes nos centros de saúde “é uma irresponsabilidade” e que, se tal acontece, “dever ser comunicado”.

A posição de Lacerda Sales surge após o Jornal de Notícias ter noticiado que vários centros de saúde atingiram o limite de utentes e estão a rejeitar novas inscrições.

“Se isso aconteceu é uma irresponsabilidade e deve ser comunicado”, afirmou, quando questionado sobre o assunto, à margem do Lançamento da Semana Internacional e Europeia do Teste, em Lisboa.

"Portanto, não se trata de rejeitar ninguém, ninguém pode ser rejeitado, o que pode acontecer é não ser logo atribuído o médico de família, agora rejeitado garantidamente que não", frisou o governante.

Sobre a vacinação contra a covid-19, Lacerda Sales anunciou que o país vai ter “ainda esta semana um reforço de recursos humanos”, que inclui médicos, enfermeiros e técnicos de saúde, reforçando que estamos acima do objetivo delineado até ao Natal.

“Tínhamos o objetivo de vacinar cerca 1,6 milhões de pessoas e agora mais do que duplicou esse número”, destacou.