Economia

Sword Health. Novo unicórnio português

A empresa  fundada por Virgílio Bento diz ainda que é "a startup portuguesa mais rápida a atingir o estatuto de unicórnio".


A Sword Health, startup portuguesa que criou a primeira solução digital para o tratamento de patologias músculo-esqueléticas fechou uma ronda de financiamento Série D no valor de 189 milhões de dólares (cerca de 168 milhões de euros), que coloca a sua valorização nos dois mil milhões de dólares. A Sword Health ascende assim à categoria de unicórnio. 

A empresa  fundada por Virgílio Bento diz ainda que é "a startup portuguesa mais rápida a atingir o estatuto de unicórnio".

A ronda de financiamento foi liderada pela Sapphire Ventures com a participação dos novos investidores Sozo Ventures, Willoughby Capital, ADQ, LocalGlobe, e dos maiores investidores atuais incluindo a General Catalyst, Khosla Ventures, Founders Fund, Bond, Transformation Capital e Green Innovations.

O financiamento surge depois da Sword Health ter fechado 25 milhões de dólares numa ronda Série B realizada em janeiro deste ano, e de ter fechado 85 milhões de dólares numa ronda Série C feita em junho passado.

"Tem sido verdadeiramente gratificante ver o impacto que a Sword está a ter em milhares de pessoas em todo o mundo. Com esta nova ronda de financiamento, vamos acelerar a criação de valor para os nossos clientes, à medida que continuamos a construir a principal solução digital para tratamento de patologias músculo-esqueléticas no mundo dos cuidados de saúde, disponível em qualquer lugar e para todos", reforça Virgílio Bento.