Internacional

Uber lança-se no mercado da canábis no Canadá

Agora, além dos alimentos ou bebidas que podem ser encomendados pela aplicação Uber Eats, os clientes da província de Ontário poderão agora adquirir marijuana.

 


A empresa multinacional de requisição de transporte privado com motorista através de aplicação móvel, apelidada de Uber,  investiu na terça-feira num novo setor- a aplicação passa a oferecer aos canadianos residentes em Ontário a possibilidade de encomendar produtos de canábis.

Além dos comuns alimentos ou bebidas que podem ser encomendados pela Uber Eats, os clientes desta província, que inclui a capital, Otava, e a cidade de Toronto, poderão agora adquirir marijuana.

Segundo o comunicado da Uber, para tal, “terão de recolher a sua encomenda nas lojas da Tokyo Smoke, um revendedor legal de canábis, com 50 lojas no Ontário, propriedade da empresa Canopy Growth”.

As encomendas serão executadas "dentro de uma hora após a compra", indica ainda o comunicado.

Para realizar a encomenda, os clientes terão primeiro de “confirmar a idade antes de selecionarem os produtos que desejam comprar”, e de seguida “mostrar a identificação quando os forem levantar”.

Esta parceira entre a UberEats e a Tokyo Smoke, é "uma estreia mundial para uma empresa de entregas" e destina-se a "combater o mercado ilegal clandestino", que, segundo a empresa, é responsável por "mais de 40% das vendas não médicas a nível nacional".

Em outubro de 2018, o Canadá tornou-se o primeiro país do G7 a legalizar o uso de canábis para fins recreativos.

De acordo com o Statistics Canada, departamento nacional de estatística canadiano, a proporção de canadianos que compram canábis a comerciantes caiu drasticamente em maio passado, de 51,3% no início de 2018, para 35,4% no final de 2020.