Sociedade

Há mais de 700 pessoas internadas com covid-19 em Portugal. Número sobe consecutivamente há 20 dias

O número de internados subiu pelo 20.º dia consecutivo, mas há menos pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). A incidência de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias continua a crescer, mas o rácio de transmissibilidade (RT) mantém-se. Há seis concelhos com incidência superior a 960 casos e cinco com 0. 


Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3.205 casos do novo coronavírus e oito óbitos, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta segunda-feira. O número de internados subiu pelo 20.º dia consecutivo, mas há menos pessoas em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). A incidência de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias continua a crescer, mas o rácio de transmissibilidade (RT) mantém-se. Há seis concelhos com incidência superior a 960 casos e cinco com 0. 

O maior número de novos casos concentra-se em Lisboa e Vale do Tejo – 1.031. Segue-se o Norte com 926 infeções, o Centro com 774, o Algarve com 292 e o Alentejo com 72. No arquipélago da Madeira há 91 novas infeções e no dos Açores 17.

Das oito vítimas mortais, três registaram-se em Lisboa e Vale do Tejo, três no Centro e duas no Norte.

Os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados esta sexta-feira. Segundo o boletim da DGS, a incidência disparou e ultrapassou os 220 casos por 100 mil habitantes: em Portugal o valor é de 279,8 casos e de 280,2 quando analisado apenas o continente. De realçar que estes valores eram de 251,1 e 251,3, respetivamente, na atualização de quarta-feira.

Já o RT mantém-se e é de 1,19 a nível nacional e de 1,20 a nível continental.

O número de internados aumenta há 20 dias seguidos. Há agora 705 pessoas com sintomas da covid-19 internadas nos hospitais portugueses, mais 14 do que ontem. Já no que diz respeito a doentes graves, regista-se uma diminuição: há 100 pessoas em UCI, menos três do que na véspera.

Portugal registou, desde o início da pandemia, 1.136.446 casos de SARS-CoV-2, 50.880 dos quais permanecem ativos – mais 1.355 – e 18.393 não resistiram. Nas últimas 24 horas, 1.842 pessoas recuperaram da doença, elevando o total para 1.067.173. Atualmente, as autoridades de saúde têm 56.597 contactos em vigilância, mais 3.834.

A DGS atualiza semanalmente a situação epidemiológica por concelho. Segundo o boletim, existem seis concelhos no nível extremamente elevado, com mais de 960 casos por 100 mil habitantes. São eles: Barrancos (3.204), Mora (1.611), Mira (1.229), Vimioso (1.263), Sernancelhe (1.060) e Marvão (1.021).

Já em risco muito elevado – entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes – estão 44 concelhos, mais 25 do que na semana passada. Em risco elevado – entre 240 e 479,9 casos – estão 98, mais 28. No nível moderado – entre 120 casos e 239,9 casos – 88, menos oito. Por último, no nível baixo – menos de 120 casos – estão 72 concelhos, menos 47.

Há ainda cinco concelhos com incidência zero: Alter do Chão, Corvo, Crato, Lajes das Flores e Lajes do Pico.

Consulte o boletim na íntegra.

Os comentários estão desactivados.