Internacional

Jovem diz que vídeo da personagem Deadpool "salvou" a sua vida após o ajudar a diagnosticar um cancro

No filme, o anti-herói interpretado pelo ator Ryan Reynolds é diagnosticado com cancro em várias partes do corpo, nomeadamente nos testículos. Um jovem que vive no Reino Unido conseguiu rastrear um cancro numa fase muito inicial, devido a um vídeo da personagem, que sensibliza os homens para o cancro na próstata. 


Esta é uma história que prova que a ficção pode ajudar a salvar vidas. Um assistente de fisioterapia no Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS, sigla em inglês) descobriu que tinha cancro na próstata, depois de fazer um autodiagnóstico simples em casa, ensinado por uma das personagens principais do universo da Marvel, Deadpool. 

No filme, o anti-herói interpretado pelo ator Ryan Reynolds é diagnosticado com cancro em várias partes do corpo, nomeadamente nos testículos. Contudo, Rishiel Gudka, de 31 anos, não fez o rastreamento devido ao filme, mas sim por um pequeno vídeo que foi publicado pela produtora cinematográfica no Youtube, no qual pretendia sensibilizar os homens a verificar o estado do órgão masculino. O vídeo chama-se "Gentlemen, Touch Yourself Tonight", que em português significa: Senhores, toquem-se esta noite. 

Ao ver o vídeo, Gudka encontrou algo invulgar e decidiu recorrer a um médico e mais tarde a uma especialista que lhe diagnosticou cancro na próstata numa fase ainda inicial. 

"Não tinha quaisquer sintomas, por isso não havia nada que me alertasse de que houvesse algo de errado", contou o assistente de 31 anos, citado pelo Independent, que realçou: "Se eu não tivesse visto aquele vídeo de Deadpool, não teria verificado o problema e poderia não apanhar o cancro numa fase tão precoce".

No momento em que foi diagnosticado tinha 26 anos, algo que apanhou Rishiel Gudka de surpresa. "Foi difícil para mim digerir na altura porque tinha apenas 26 anos e sentia-me saudável". 

Agora, Gudka está livre de perigo. Cinco anos depois de fazer quimioterapia e de ter retirado um dos testículos, o jovem agora de 31 anos disse que a aprendeu com este obstáculo que a vida lhe colocou, ao referir que os homens descartam a importância de determinados fatores, que podem fazer toda a diferença, pelo facto de "não quererem admitir que algo de errado se passa" ou que a "sociedade exige que os homens sejam duros durante todo o tempo". 

Veja aqui o vídeo que mudou completamente a vida de Rishiel Gudka. 

Os comentários estão desactivados.