Cultura

Morreu a atriz espanhola Verónica Forqué

A artista de 66 anos foi encontrada morta esta manhã na sua casa em Madrid.


Verónica Forqué, a Kika do filme de 1993 de Pedro Almodóvar, foi encontrada morta em casa em Madrid esta segunda-feira. 

Fonte da polícia espanhola confirmou em declarações ao jornal El País que a artista terá cometido suicídio. 

As autoridades receberam uma chamada por volta das 12h49 a relatar uma tentativa de suicídio numa casa na rua Víctor de la Serna, onde vivia Verónica.

A verdade é que a intérprete já havia falado em várias ocasiões sobre as depressões que sofrera, tendo abandonado recentemente as gravações do programa de televisão espanhol ‘Masterchef celebrity’ justamente por problemas desse tipo. 

Da sua carreira repleta de grandes sucessos fazem parte tramas como 'Qué ha yo yo un merece isso?', em 1984, 'Sé infiel y no mires con qué' e 'El año de las Luces', 'Ramón y Cajal', em 1982, 'El jardin de Venus', em 1983 e  'Platos rotos' e 'Eva y Adán', em 1988. 

A artista recebeu quatro vezes os Prémios Goya, incluindo o de melhor atriz pelo seu papel em ‘Kika’.

Filha do diretor José María Forqué, Verónica nasceu em Madrid em 1955 e começou a trabalhar em cinema nos filmes do pai no início dos anos 70.

Ao saber de sua morte, a produtora de Almodóvar, El Deseo, divulgou uma mensagem, na qual manifestou a sua tristeza: "O vazio que isto deixa nas nossas vidas e no nosso cinema é irrecuperável. Foi-se uma atriz extraordinária e uma pessoa insubstituível com quem tivemos a honra de trabalhar e partilhar a vida. Faça uma boa viagem, Verónica".

"Adeus, Verónica Forqué. Trabalhei há anos com ela e a minha lembrança é a de uma mulher doce, espiritual e boa companheira. RIP", declarou o ator espanhol, Antonio Banderas, no Twitter.

Os comentários estão desactivados.