Economia

Caso PPP. Costa Pina sai da Galp após acusação

Esta saída surge depois de o Ministério Público ter acusado o ex-secretário de Estado do Governo de José Sócrates de crimes de participação económica em negócios, no caso das Parcerias Público-Privadas (PPP) rodoviárias.


Carlos Costa Pina vai sair do conselho de administração e da comissão executiva da Galp, anunciou a empresa em comunicado enviado à CMVM.

Esta saída surge depois de o Ministério Público ter acusado o ex-secretário de Estado do Governo de José Sócrates de crimes de participação económica em negócios, no caso das Parcerias Público-Privadas (PPP) rodoviárias.

“A Galp informa que Carlos Costa Pina apresentou a sua renúncia aos cargos de membro do Conselho de Administração e da Comissão Executiva da Galp, com efeitos a partir de 5 de janeiro“, lê-se na nota enviada, que não adianta qualquer justificação para a saída.