Economia

Covid-19. Horta-Osório vai ser repreendido pelo Credit Suisse

 A informação foi avançada pelo jornal suíço Tages-Anzeiger.


O chairman do Credit Suisse, António Horta-Osório, deverá ser repreendido formalmente pelo conselho de administrador do segundo maior banco suíço na sequência de uma investigação interna ter confirmado que o gestor português violou as regras internas sobre a covid-19, pela segunda vez. A informação foi avançada pelo jornal suíço Tages-Anzeiger.

No final de novembro, o jornal “Blick” tinha informado que Horta-Osório violou as regras de quarentena ao entrar na Suíça.

Mas um mês depois, no final de dezembro, a agência de notícias Reuters revelou que o presidente do CA do Credit Suisse também já tinha violado as regras em julho do ano passado, ao comparecer no torneio de ténis em Wimbledon quando deveria estar em isolamento.

“O conselho de administração não poderá evitar tomar uma posição sobre o que está a acontecer”, disse ao jornal uma fonte ligada ao processo. 

Os comentários estão desactivados.