Sociedade

Desfiles de carnaval de Ovar cancelados

Presidente da câmara municipal pretende realizar outras atividades para assinalar a data. 


A Câmara Municipal de Ovar revelou esta terça-feira que o município, as escolas de samba e os grupos carnavalescos desse município do distrito de Aveiro decidiram não realizar os tradicionais desfiles do Entrudo que estavam previstos para este ano.

A decisão foi tomada após uma reunião entre as 24 associações envolvidas no Carnaval de Ovar, forças de segurança locais, autoridades de Saúde Pública e representantes da Proteção Civil.

Fonte do município admitiu que "a opinião de não realização dos desfiles foi unânime, atendendo ao atual contexto pandémico e às medidas em vigor, que obrigariam a uma organização complexa e a requerer uma logística quase impossível de colocar em prática".

Alguns grupos mostravam-se "preparados para sair à rua", mas a autarquia informa que "a larga maioria" foi da opinião de que os corsos não deveriam realizar-se.

Salvador Malheiro, presidente daquela câmara municipal, pretende, contudo, promover outras atividades que assinalem a data em causa, tendo anunciado "a pintura de máscaras gigantes" e "uma programação cultural controlada", que ainda está por definir, mas cuja realização se verificará nos equipamentos municipais, "cumprindo as regras vigentes".

O autarca social-democrata afirma que "a Saúde Pública está em primeiro lugar", uma vez que "a atual vaga [de covid-19] é muito contagiosa e o número de infetados no concelho tem sido elevadíssimo, com uma média diária entre 100 a 150 novos infetados -- apesar de não haver ninguém [internado] em Cuidados Intensivos".

Os comentários estão desactivados.