Vida

Harry entrou em contacto com o pai para chamadas "amigáveis" antes das celebrações do Jubileu da Rainha

Harry quer estar mais próximo da família antes de regressar ao Reino Unido. Resta saber se irá viajar sozinho ou acompanhado, tal como estava previsto.


O príncipe Harry parece querer aproximar-se da família e “procurou o pai”, o príncipe Carlos, para “chamadas de vídeo amigáveis”, antes das celebrações do Jubileu de platina da Rainha, avançou uma fonte ao The Sun, acrescentando que o objetivo será resolver divergências antes de uma possível viagem dos duques de Sussex ao Reino Unido. 

Recorde-se que é esperado que Harry e Meghan Markle regressem ao Reino Unido, com os filhos, durante as celebrações e também por ocasião do primeiro aniversário da morte do príncipe Philip. Contudo, nos últimos dias foi noticiado que o filho mais novo do príncipe Carlos entrou com uma ação na justiça contra o governo britânico, com o objetivo de recuperar a segurança que perdeu quando renunciou aos seus deveres reais e rumou aos Estados Unidos. Sublinhe-se que os duques de Sussex tinham direito a uma equipa de seguranças da Scotland Yard, a Polícia Metropolitana de Londres. Ao The Sun, o biógrafo real Phil Dampier tinha referido que a situação criava uma "muito boa desculpa" para Meghan não voltar a pisar solo inglês, uma vez que acredita que Harry está consciente de que nunca irá ganhar este caso. “O Harry pode vir, mas isso dá a Meghan uma boa desculpa para não vir e também para não trazer as crianças”, acrescentou na altura.

Agora, uma fonte diz que Harry entrou em contacto com o pai e espera visitar o Reino Unido ainda este ano.

“Houve um degelo definitivo nas relações entre Harry e Carlos. Eles estão melhor e têm conversado e feito videochamadas amigáveis”, disse. “Há um sentimento de que ele está a voltar mais para o rebanho e quer estar mais perto da sua família”, indicou ainda.

Resta saber se o príncipe vai mesmo regressar ao Reino Unido e se o fará acompanhado ou sozinho, tal como a última vez que pisou solo britânico, uma vez que fonte próximas da família real britânica garantem que a Rainha não tem intenção de intervir face às exigências de proteção do neto.

Os comentários estão desactivados.