Cultura

Neil Young quer toda a sua música eliminada do Spotify

“Estou a fazê-lo porque o Spotify está a espalhar informações falsas sobre vacinas", afirmou o músico numa carta aberta. 


O músico Neil Young pediu à editora para retirar a sua música da plataforma Spotify devido à propagação de notícias falsas sobre a covid-19. 

O pedido foi revelado através de uma carta aberta do músico. “Estou a fazê-lo porque o Spotify está a espalhar informações falsas sobre vacinas, causando potencialmente a morte daqueles que acreditam na desinformação disseminada pelo mesmo. Quero toda a minha música fora da plataforma”, escreveu.

Neil Young, de 76 anos, salientou um nome de Joe Rogan em específico, visto que, no seu podcast - que é exclusivo do Spotify -, o apresentador ajudou a espalhar informação falsa sobre o vírus e as vacinas, dando nomeadamente palco a negacionistas. 

O Spotify “pode ter o Rogan ou pode ter o Young, mas não pode ter ambos”, sublinhou Young. “Com 11 milhões de ouvintes por episódio, o ‘Joe Rogan Experience’ é o maior podcast do mundo, e tem uma influência tremenda. O Spotify tem a responsabilidade de travar a propagação de desinformação na sua plataforma”, notou o artista. 

Neil Young é um dos rostos de uma carta aberta ao Spotify, já assinada no mês passado por 270 médicos, físicos e cientistas, que pedem à plataforma para que impeça Joe Rogan de continuar a espalhar informações falsas.

Os comentários estão desactivados.