Vida

Whoopi Goldberg está de regresso ao programa "The View" após duas semanas de suspensão

Recorde-se que no programa de dia 31 de janeiro, a atriz de 66 anos disse que o Holocausto "não é sobre raça. É sobre a desumanidade do homem para com o outro". 


Após duas semanas de suspensão devido aos comentários controversos sobre o Holocausto, a atriz e apresentadora Whoopi Goldberg regressou, esta segunda-feira, ao programa televisivo "The View". 

Recorde-se que no programa de dia 31 de janeiro, a atriz de 66 anos disse que o Holocausto "não é sobre raça. É sobre a desumanidade do homem para com o outro". 

Nesta segunda-feira, Whoopi Goldberg fez uma retrospetiva do que aconteceu e afirmou que não se vai afastar de temas ou de questões importantes.

"Tenho de vos dizer que há algo de maravilhoso num programa como este, porque somos 'A Vista' (tradução em português para The View) e isto é o que fazemos. E por vezes não o fazemos da forma mais elegante possível", declarou Goldberg.

"Mas são cinco minutos para entrar em informações importantes sobre temas. E é isso que tentamos fazer todos os dias", notou a apresentadora, ao agradecer a todos os que lhe "estenderam a mão" enquanto estive ausente das câmaras. 

Da parte da atriz, o programa deve manter "todas as conversas importantes, porque vamos continuar a abordar temas difíceis e até foi por isso que fomos contratados".

Para concluir, Whoopi disse que os assuntos "nem sempre são bonitos e não são como falados como outras pessoas gostariam de ouvir", mas, para a atriz, "é uma honra" participar naquele programa e "poder ter estas conversas". "São importantes para nós como nação, e para nós mais como entidade humana", sublinhou. 

Após as declarações polémicas, a apresentadora recorreu às redes sociais para pedir desculpa e se explicar melhor, no entanto, a estação televisiva ABC decidiu suspender Whoopi do programa durante algum tempo para refletir sobre os seus "errados e dolorosos comentários". 

“O Holocausto foi, de facto, sobre raça porque Hitler e os nazis consideravam os judeus uma raça inferior. As palavras têm peso e as minhas não são exceção. Arrependo-me do meu comentário”, escreveu naquela rede social.

Os comentários estão desactivados.