Sociedade

Trabalhador de 43 anos morre na Mina de Neves-Corvo

Morte terá sido provocada pela acumulação de gases, provocada por um explosão no interior da mina no turno anterior.

Trabalhador de 43 anos morre na Mina de Neves-Corvo

Um homem de 43 anos, trabalhador na Mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no distrito de Beja, morreu esta quarta-feira de madrugada, na sequência de uma acumulação de gases no interior da mina.

A acumulação de gases terá ocorrido depois de uma explosão de pedras dentro da mina, no turno anterior. 

A empresa Somincor-Sociedade Mineira de Neves Corvo SA já emitiu um comunicado, no qual diz estar "profundamente chocada e entristecida" com o incidente, manifestando "pesar" pela morte do trabalhador e garantido que "está a prestar todo o apoio à família da vítima".

As atividades da mina encontram-se neste momento suspensas por tempo indeterminado.

No local além dos Bombeiros, do INEM e da GNR, esteve também a Autoridade para as Condições do Trabalho.

Os comentários estão desactivados.