Internacional

Ferrero pede desculpa após encerrar fábrica na Bélgica

A marca de chocolates, popular em todo o mundo, ordenou que fossem recolhidos todos os produtos produzidos por aquela fábrica, nomeadamente os Kinder Surpresa, Kinder Míni Eggs, Kinder Surpresa Maxi 100g e Kinder Schoko-Bons, indipendente do prazo de validade. 


A Ferrero confessou esta sexta-feira "falhas internas" e pediu desculpa pelo encerramento da sua fábrica de chocolates Kinder na Bélgica, depois de vários europeus terem apresentado sintomas de salmonela.

Assim, a marca de chocolates, popular em todo o mundo, ordenou que fossem recolhidos todos os produtos produzidos por aquela fábrica, nomeadamente os Kinder Surpresa, Kinder Míni Eggs, Kinder Surpresa Maxi 100g e Kinder Schoko-Bons, indipendente do prazo de validade. 

Na segunda-feira, quando foi primeiramente detetada a falha na produção dos chocolates, tinham sido mandados retirar apenas os produtos com prazos de validade mais limitados.

Também a agência belga de segurança alimentar (FASFC) ordenou hoje a paralisação da produção na fábrica. "Após investigações e as conclusões das últimas horas, de que as informações fornecidas pela Ferrero estão incompletas, a agência procedeu hoje à retirada da autorização de produção da fábrica da Ferrero, em Arlon", disse  a FASFC.

 

Os comentários estão desactivados.