Sociedade

Assalto em ourivesaria leva peças de ouro no valor de 40 mil euros em Viana do Castelo

Assaltante, que devia estar acompanhado, foi visto com um pé de cabra nas imagens de videovigilância da loja que se localiza no centro histórico daquela cidade. 


Foram roubados cerca de 40 mil euros em peças de ouro após um assalto a uma ourivesaria em Viana do Castelo, na madrugada desta sexta-feira. Ao prejuízo do roubo junta-se ainda os danos causados na porta e na montra do estabelecimento, afirmou o proprietário.

Pedro Pires, proprietário da Lilian Jewelry, contou aos jornalistas que o assalto aconteceu perto das 02h20, após uma primeira tentativa falhada, às 00h57, hora a que foi contactado pela empresa de segurança.

"Disseram-me que tinha havido um encosto na montra. Depois às 02:20 foi quando entraram na loja, pela porta principal", explicou o dono da ourivesaria, que estima que o valor das peças roubadas chega aos 40 mil euros.

"Há ainda estragos no vidro da montra e na porta. Do interior da loja só levaram ouro. O que apanharam levaram", afirmou, ao notar que nas imagens de videovigilância vê-se apenas uma pessoa, mas que “não devia estar sozinha”.

"Tinha um pé-de-cabra na mão, vê-se nas filmagens. Tinha um capucho. Pouco se via a cara", disse, indicando ainda que uma vizinha ouviu um baralho, mas desvalorizou-o.

A PSP de Viana do Castelo informou a agência Lusa de que o roubo está a ser investigado e que já tem sob a sua posse as imagens de videovigilância da Lilian Jewelry.

Esta força de segurança também explicou que foi contactada pela empresa de segurança do estabelecimento comercial, deslocando-se assim para o local do crime.  

A loja assaltada encontra-se na rua Sacadura Cabral, em pleno centro histórico de Viana do Castelo, perto da Ourivesaria Freitas, que, em 2007, foi vítima do mais violento assalto registado naquela cidade.

Os comentários estão desactivados.