Sociedade

Covid-19. Índice de transmissibilidade volta a ser superior a 1,00

"Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias superior a 960 por 100 mil habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação muito elevada e com tendência crescente", diz INSA. 


O índice de transmissibilidade (Rt) do novo coronavírus voltou a aumentar em Portugal, ultrapassando agora o 1, sendo que a média de casos diários é atualmente de 9.474, avançou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

"O valor médio do Rt para os dias de 18 a 22 de abril foi de 1,02" a nível nacional, lê-se no novo relatório do INSA, representando isto uma evolução em relação ao valor de 1,00 registado na semana passada. Já o número médio de casos diários passou de 8.931, na semana passada, para 9.474 a nível nacional - sendo que a nível continental é de 8.842.

O INSA adianta ainda que o Rt se encontra acima de 1,00 na zona Norte (1,07), no Centro (1,03) e nos Açores (1,05), apontando assim para uma "tendência crescente" de infeções pelo SARS-CoV-2.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo o indicador encontra-se nos 0,99, no Alentejo nos 0,98, no Algarve nos 0,95 e na Madeira nos 0,89. 

"Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias superior a 960 por 100 mil habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação muito elevada e com tendência crescente", conclui o instituto.

Os comentários estão desactivados.