Internacional

Proibição do aborto nos EUA está no horizonte?

“Acreditamos que há um risco sério”, explicou a porta-voz da Casa Branca.


O governo dos EUA advertiu na segunda-feira para a possibilidade de uma proibição do aborto a nível nacional se for revertida a proteção jurídica a este direito, como parece indicar uma recente fuga de informação do Supremo Tribunal.

“Acreditamos que há um risco sério”, explicou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, durante a sua conferência de imprensa diária, em resposta a uma pergunta sobre as declarações do líder dos republicanos no Senado, Mitch McConnell, que aludiu a essa possibilidade durante uma entrevista ao USA Today.

Apesar de a porta-voz presidencial não ter querido antecipar cenários, aludiu à resposta do governo ao veto ao aborto a partir das seis semanas de gestação no Estado do Texas, como possível exemplo do que fará o governo de Biden se o Supremo revogar ‘Roe contra Wade’.

Psaki recordou que o governo criou bolsas dedicadas a expandir os serviços de planeamento familiar e o acesso a contracetivos, acrescentando que o Departamento de Justiça se tinha comprometido a apoiar o direito à saúde reprodutiva das mulheres.

Os comentários estão desactivados.