Sociedade

Homem baleado 'largado' no hospital de Loures acabou por morrer

Carro, com cinco pessoas no interior, parou à porta das urgências pediátricas. Passageiros retiraram o corpo do ferido e quando viram a polícia fugiram sem prestar esclarecimentos.

Homem baleado 'largado' no hospital de Loures acabou por morrer

Um homem com graves ferimentos de bala foi deixado à porta do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, esta quinta-feira.

O ferido foi submetido a uma intervenção cirúrgica, mas não resistiu e acabou por morrer no bloco operatório, segundo o Correio da Manhã.

Ontem, por volta das 23h30, um carro, com quatro homens e uma mulher no interior, parou junto das das urgências pediátricas do Hospital Beatriz Ângelo e foi retirado um homem inanimado pelos passageiros em pânico.

A PSP, presente no local, tentou abordar os passageiros, mas estes, ao se aperceberem da presença policial, entraram no carro, que arrancou a alta velocidade, e não prestaram quaisquer esclarecimentos, segundo o mesmo jornal.

Os comentários estão desactivados.