Internacional

Mais um tiroteio nos EUA: Homem mata pelo menos quatro pessoas em centro hospitalar de Tulsa

Ao todo, já são 233 os tiroteios em massa ocorridos este ano nos Estados Unidos da América. 


Um tiroteio num centro hospitalar de Tulsa, em Oklahoma, nos EUA, fez na quarta-feira à noite pelo menos quatro mortos. O atirador, um homem com idade entre os 35 e os 40 anos, também morreu.

"Neste momento, podemos confirmar que o atirador também está morto", disseram as autoridades locais, através do Facebook. "Atualmente estamos a verificar se existem ameaças adicionais. Sabemos que há vários feridos e potencialmente várias vítimas."

À ABC, Richard Meulenberg, capitão da polícia de Tulsa, disse que a polícia recebeu uma chamada que alertava para um homem que estaria na posse de uma espingarda no segundo andar de um prédio pertencente ao centro hospitalar, e que "se transformou numa situação de atirador ativo".

Ao chegarem ao local, as autoridades "descobriram que algumas pessoas foram baleadas, um casal estava morto", disse Meulenberg. O homem, na verdade, estava armado não só com uma espingarda, mas também com uma pistola.

O novo tiroteio acontece uma semana após o massacre numa escola primárioa do Texas, que provocou a morte de 19 crianças e de duas professores.

Ao todo, são já 233 os tiroteios em massa ocorridos este ano nos Estados Unidos da América. 

 

 

Os comentários estão desactivados.