Vida

Taylor Swift, a "agente secreta". Cantora diz que falava em código para não revelar filme que produziu

“All Too Well” é uma curta-metragem escrita, produzida e realizada pela cantora de 32 anos. 


Além de ser uma cantora e compositora premiada, Taylor Swift também domina a arte de guardar segredos. A artista de 32 anos escreveu, realizou e filmou a curta-metragem “All Too Well”, que foi exibida no sábado, no Festival de Cinema de Tribeca, nos Estados Unidos.

Este ambicioso projeto ficou guardado do público a sete chaves. "Sou realmente uma agente secreta”, disse a cantora aos fãs no festival, citada pelo site Page Six, ao explicar que usava palavras e expressões codificadas que só certas pessoas sabiam o seu significado.

A cantora foi convidada para falar sobre o filme com o cineasta Mike Mills e no final surpreendeu os fãs com uma atuação da música que está incluída na curta-metragem. De acordo com o Page Six, há rumores de que Swift se inspirou na paixoneta pelo ator Jake Gyllenhaal para compor a balada e também para escrever o filme.

"Queria que sentissem que a queda do casal era inevitável”, afirmou Taylor sobre o casal retratado no filme, cuja diferença notória de idades refletia a diferença de nove anos entre ela e Gyllenhaal, agora com 41 anos.

“All Too Well” é interpretado pelos atores Dylan O'Brien e Sadie Sink e foi gravado em Nova Iorque, no ano passado. Em novembro de 2021 foi lançado na plataforma Youtube, juntamente com o segundo álbum regravado “Red (Taylor’s Version)”.

2021 foi um ano de rutura na carreira de Swift, que começou a regravar músicas depois de a sua discografia ter sido vendida duas vezes sem o seu consentimento: primeiro para o gestor de talentos de celebridades - como Justin Bieber, Demi Lovato - Scooter Braun e depois para Shamrock Capital, uma empresa de investimento em media e entretenimento.

Na maioria dos contratos discográficos tradicionais nos Estados Unidos, os artistas não ficam com os direitos das músicas em troca de um pagamento adiantado. Foi o que aconteceu com Taylor Swift, quando assinou o primeiro contrato com a gravadora Big Machine, que mais tarde foi comprada por Scooter Braun. 

Os comentários estão desactivados.