Desporto

Nadal despede-se de Wimbledon com lesão

Nadal teve de desistir do torneio de Wimbledon com uma lesão abdominal. Nick Kyrgios avança para a sua primeira final num Major.


O ténis mundial conhece dois nomes como lendas: Roger Federer e Rafael Nadal. Mas as lendas também envelhecem e, cada vez mais, se torna óbvio que está a chegar o fim de uma era em que estes dois nomes dominaram os mais competitivos escalões do ténis mundial sem concorrência.

Nadal, que sofreu uma lesão abdominal, e que venceu na Austrália e em Roland Garros este ano, acabou por ter de desistir do torneio de Wimbledon, o terceiro Grand Slam de 2022, em que tinha marcado encontro com o australiano Nick Kyrgios para decidir quem iria à final do torneio. O maiorquino de 36 anos – que venceu em Wimbledon em 2008 e 2010 – falha assim a luta por conquistar o terceiro Major nesta temporada, que seria também  o 22.º troféu em torneios do ‘Grand Slam’ da sua carreira.

A desistência de Nadal significou, no entanto, uma “via verde” para Nick Kyrgios – 40.º colocado no ranking mundial da ATP – a caminho da final, a primeira da sua carreira em torneios de Grand Slam.

A lesão já tinha causado problemas ao espanhol na passada quarta-feira, mas ainda assim conseguiu vencer Taylor Fritz no quinto set, após 4h21 de jogo.

“Não posso competir nestas condições e a única coisa que poderia acontecer era piorar”, lamentou Nadal em conferência de imprensa, continuando: “Não posso forçar e correr o risco de ficar dois ou três meses sem competir nesta fase da minha carreira. Estou muito triste, mas esta é a minha decisão”.

Revela o jornal Marca que Nadal fez uma rotura de 7 milímetros no músculo abdominal. “A partir do 3-1, sempre que servia sentia um chicote lá em baixo. Achei que não ia conseguir terminar. Estou preocupado porque sei a dor que senti e sei o que tenho passado”, contou Nadal no final do jogo com Fritz.

O tenista espanhol poderá agora enfrentar uma paragem entre três a quatro semanas.

 

Final

Kyrgios, que bateu Cristian Garín por 3-0 (6-4, 6-3 e 7-6), vai enfrentar o vencedor da meia-final entre Novak Djokovic e Cameron Norrie, que se joga esta sexta-feira.

Os comentários estão desactivados.