Cultura

Panteão de Roma vandalizado com frase: "Existem Extraterrestres"

O circuito de videovigilância externo não registou o ato de vandalismo cometido. 

 


"Existem Extraterrestres". Esta é a frase - escrita em inglês e com spray azul - que alguém escreveu numa das paredes do Panteão de Roma, considerado um dos monumentos mais importantes do mundo. 

Segundo o El Mundo, os Carabinieri procuram agora o autor do graffiti, mas houve uma falha que está a dificultar a investigação: o circuito de videovigilância externo não registou o ato de vandalismo cometido, de acordo com o jornal espanhol, provavelmente na segunda-feira da semana passada. Só no último sábado é que o grafitti foi denunciado. 

"Um porteiro da Via della Rotonda notou e avisou-nos", contou Stefano Ramoni, dono de uma joalheria na Via di Sant'Eustsachio. "Porque, junto com alguns comerciantes locais, trabalhamos todos os dias contra a deterioração da zona", explicou. 

E o caso acabou por mostrar que o monumento carece de câmeras de vigilância que cubram a sua fachada . "Dentro, compartilhamos o sistema de controle de vídeo com a Diocese de Roma", explicou Gabriella Musto, responsável pela gestão e conservação do Panteão. "Mas lá fora, a responsabilidade é da Câmara Municipal e acredito que a câmara mais próxima do graffiti faz parte de um circuito que foi abandonado", lamentou.

“Além deste último ato de vandalismo muito grave”, continuou Musto, “lutamos todos os dias com problemas urgentes de degradação: os sem-abrigos acampam e dormem em todos os lugares. Ultimamente até nas sarjetas! E há um fenómeno de  visitas guiadas ilegais… Apenas a Diocese de Roma deveria poder organizar tais visitas. Até há 15 anos atrás, o complexo era protegido por um portão que depois foi removido no meio de muita polêmica. Hoje temos um debate interno sobre a possibilidade de restauro!", concluiu. 

Segundo o El Mundo, os restauradores da Superintendência Estadual do Património já fizeram os primeiros testes para apagar a frase sem danificar as pedras do templo. "O relatório fala sobre a utilização de um solvente e, em seguida, recomenda uma técnica de laser que parece segura e rápida. Acreditamos que até segunda ou terça-feira, no máximo, teremos tudo limpo”, adiantou Mariastella Margozzi, diretora dos Museus Estatais de Roma.

A poucos metros do Panteão, a mesma mão e o mesmo spray escreveram "Estranho Mundo" duas vezes nas paredes da Via Monterone. "A princípio pensamos numa seita esotérica ligada ao Panteão, historicamente situada entre o sagrado e o profano", revelou Musto. "Mas também temos rumores perturbadores que ligam isto ao cenário político dos últimos dias", acrescentou. 

Os comentários estão desactivados.