Vida

Uma das vítimas de Simon Leviev, o Golpista do Tinder, está grávida de gémeos

Pernilla Sjoholm não adiantou muitos pormenores. Não se sabe quem é o pai ou se vai querer ter os bebés.


Depois da polémica real, do engano devastador e da adaptação da série de sucesso da Netflix, "The Tinder Swindler", uma das vítimas do 'caçador' do aplicativo de namoro, Pernilla Sjoholm, está grávida de gémeos.

Sjoholm foi uma das muitas mulheres que acabou sendo enganada por uma identidade falsa, através do Tinder, tendo perdido todas as suas economias, voltando em 2018, por um homem que se fazia passar por Simon Leviev, filho de um comerciante de diamantes. O seu verdadeiro nome, porém, é Shimon Hayut. A mulher não adiantou muitos pormenores, Não se sabe quem é o pai ou se Sjoholm vai sequer querer ter os bebés.

A notícia foi dada na sequência de um novo anúncio para um aplicativo da concorrência do Tinder, o Wingman, que também contou como a participação de Cecilie Fjellhoy, outra das vítimas de Shimon Hayut. A publicidade passa por mostrar às pessoas como as vidas daquelas duas mulheres teriam sido diferentes se em vez de utilizarem o Tinder, utilizassem o Wingman. 

Ao contrário do aplicativo que está no topo da concorrência, o Wingman, criado por Tina Wilson, permite que os familiares  e amigos mais próximos dos utilizadores possam ajudar a avaliar os/as candidatos/as, sendo mais propenso a detetar alguma suspeita de fraude ou de manipulação. 

"Eu não consegui deixar de pensar que se as mulheres tivessem amigos próximos ou familiares a examinar os possíveis encontros", elas "nunca" teriam sido enganadas, disse a dona da 'app', ao Page Six. 

O impostor do Tinder foi condenado a dois anos de prisão na Finlândia, onde cometeu a maior parte dos seus crimes, e somando aos 15 meses de prisão em Israel, seu país de origem. 

 

Os comentários estão desactivados.