Sociedade

Mãe de bebé internado no São João impedida de ver criança

Há suspeitas de maus-tratos, mas mãe nega acusações. 


A mãe do bebé que estava internado desde o início de agosto no Hospital de São João, no Porto, está impedida de ver a criança, uma vez que há suspeitas de maus-tratos. 

A decisão foi tomada pelo tribunal de Chaves, informa a CNN. 

Suspeita-se que a criança, um menino de quatro meses, tenha sido vítima de maus tratos, contudo, a mãe, Beatriz Mendes, de 19 anos, nega as acusações. Os pais são os principais suspeitos de terem provocado lesões no bebé, que se suspeita que tenha sofrido do síndrome do bebé abanado - que acontece quando a criança é abanada violentamente. 

Em declarações ao órgão supramencionado, Beatriz Mendes afirmou que nunca na vida faria o filho passar por isso.

"O meu filho é tudo para mim, sou capaz de dar a vida por ele. Se eu pudesse estar no lugar dele, eu estava", disse.

O menino foi ontem transferido para o Hospital de Chaves depois de apresentar melhorias. 

Os comentários estão desactivados.