Sociedade

PJ faz buscas nas instalações da empresa que mede as audiências televisivas em Portugal

Em causa, estarão suspeitas de adulteração dos resultados.

PJ faz buscas nas instalações da empresa que mede as audiências televisivas em Portugal

A Unidade de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária está a realizar, esta terça-feira de manhã, uma operação de buscas na GFK, entidade que mede as audiências televisivas em Portugal, avança a CNN Portugal.

Em causa, estarão suspeitas de adulteração dos resultados, com consequências diretas no mercado publicitário, segundo o mesmo órgão de informação.

Recorde-se que já em julho, o Nascer do Sol tinha noticiado que o Ministério Público estava a investigar os resultados das audiências televisivas, tendo sido solicitado à NOS, à Vodafone e à Altice dados sobre as audiências registadas no cabo, que não seriam coincidentes com os divulgados pela GFK, nem bateriam certo com o impacto dos programas nas redes sociais.

A TV por cabo é utilizada em 90% dos lares portugueses (cerca de 4,5 milhões), enquanto o mercado continua a reger-se por uma amostra representativa que inclui um total de 1.100 audímetros.

As diferenças nas audiências e a forma como as mesmas são divulgadas têm suscitado recorrentemente dúvidas nas estações televisivas – sobretudo nas que se sentem prejudicadas –, a TVI chegou mesmo a reclamar, no ano passado, uma auditoria à Comissão de Análise de Estudos de Meios (CAEM).

Os comentários estão desactivados.