Sociedade

Quase 200 centros de saúde com horário alargado em todo o país

O aumento da capacidade de resposta visa responder à maior procura da população nos meses de outono e inverno, e diminuir a afluência aos serviços de urgência em situações não emergentes. 

Quase 200 centros de saúde com horário alargado em todo o país

Quase duas centenas de centros de saúde estão já a funcionar em todo o país com horário alargado, disponível para consulta no portal do SNS, anunciou este sábado o Ministério da Saúde, uma medida que visa diminuir a pressão sobre as urgências hospitalares. 

“De norte a sul do país, são 176 os centros de saúde a funcionar com horários de atendimento alargado (dias úteis) ou complementar (fim de semana e feriados), disponibilizando uma resposta de proximidade à comunidade em situações de saúde não emergente”, pode ler-se num comunicado, enviado às redações. 

O aumento da capacidade de resposta visa responder à maior procura da população nos meses de outono e inverno, e diminuir a afluência aos serviços de urgência em situações não emergentes. 

Registou-se, na última semana, uma procura mais elevada das urgências hospitalares, sobretudo nas do Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Os doentes urgentes (com pulseira amarela) tiveram de esperar, na terça-feira de manhã, uma média de 14 horas para serem atendidos, quando o tempo recomendado é de 60 minutos. 

Recorde-se que o ministro da Saúde, Manuel Pizarro, apresentou na quarta-feira Plano Estratégico do Ministério da Saúde: Resposta Sazonal em Saúde - Inverno 2022-2023, informando que os centros de saúde iriam ter horário alargado ou com atendimentos suplementares e que o portal do SNS (Serviço Nacional de Saúde) disponibilizaria essa informação atualizada diariamente. 

Os comentários estão desactivados.