Economia

Certificados de Aforro. Investimento dispara em novembro

Esta subida deve-se à Euribor, indexante que integra a fórmula de cálculo da remuneração deste produto de poupança. 

Certificados de Aforro. Investimento dispara em novembro

O valor aplicado em certificados de aforro atingiu em novembro os 17 709 milhões de euros, aumentando 1689 milhões de euros face a outubro. Os dados foram revelados pelo Banco de Portugal (BdP) e indicam que se trata da maior subida mensal desde 2017. Esta subida deve-se à Euribor, indexante que integra a fórmula de cálculo da remuneração deste produto de poupança. 

A taxa de juro da série de certificados de aforro atualmente em comercialização (a série E) é determinada mensalmente (no antepenúltimo dia do mês, para vigorar no seguinte), tendo em conta uma fórmula que contempla um prémio de permanência e a média dos valores da Euribor a três meses observados nos 10 dias úteis anteriores.

As regras limitam o prémio de permanência a um máximo de 1% (valor atribuído a partir do 6.º ano da subscrição e até ao fim do prazo), definindo ainda que da fórmula não pode resultar uma taxa base superior a 3,5%

 

Os comentários estão desactivados.