Sociedade

Idosa de 86 anos encontrada morta num tanque em Ponte de Lima

"O filho encontrou o corpo da mãe a boiar no tanque, já sem sinais de vida, e acionou os meios de socorro".


Uma mulher de 86 anos encontrada morta, esta quarta-feira, pelo filho num tanque de regadio de campos agrícolas num terreno próximo da habitação da vítima, em Ponte de Lima, disse o comandante dos Bombeiros locais.

Após contacto da agência Lusa, Carlos Lima, adiantou que "o filho encontrou o corpo da mãe a boiar no tanque, já sem sinais de vida, e acionou os meios de socorro".

O homem "iniciou manobras de reanimação", mas à chegada da Viatura de Emergência Médica (VMER), estacionada no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, "foi declarado o óbito".

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima explicou que o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR está a investigar as circunstâncias da morte da idosa, não se sabe ainda "quanto tempo o corpo permaneceu na água".

O alerta foi dado às 17h22.

 O corpo vai ser encaminhado para o Instituto de Medina Legal (IML), de Viana do Castelo, para a realização da autópsia.

O incidente ocorreu na freguesia de Fornelos e Queijada, no concelho de Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo.

Os comentários estão desactivados.