Internacional

Papa Francisco: Os comunistas são cristãos

O líder máximo da Igreja Católica declarou numa entrevista a um jornal italiano que os marxistas "roubaram” a “bandeira da pobreza” aos cristãos.

A afirmação foi feita em reacção a um artigo da revista britânica Economist, em que o Francisco é apelidado de “leninista” pela sua crítica ao capitalismo.

“O que eu posso dizer em relação a isso é que os comunistas roubaram a nossa bandeira. A bandeira da pobreza é cristã. A pobreza está no centro do Evangelho”, afirmou.

“Os comunistas dizem que tudo isso é comunismo. Pois, vinte séculos depois! Por isso, quando falam, então só lhes podemos dizer: então vocês são cristãos”, disse ao diário Il Messaggero.

O Papa Francisco tem rececido aplausos e ao mesmo tempo críticas por considerar que o actual modelo financeiro global promove a pobreza e a desigualdade.