Sociedade

César das Neves acusa imprensa de 'promoção aberta da sodomia'

O economista e professor universitário João César das Neves acusa a imprensa portuguesa, num artigo de opinião publicado esta quarta-feira no Diário de Notícias, de estar “inebriada com a homossexualidade”.


“A imprensa parece inebriada com a homossexualidade. Este fascínio ressurgiu agora nas discussões obre adopção por casais do mesmo sexo: a generalidade dos jornalistas assumiu implicitamente apenas uma possibilidade válida, desprezando as alternativas como obscurantismo, numa promoção aberta da sodomia”, escreve o professor da Universidade Católica.

O economista considera que a questão no centro do recente debate é “insignificante” e “irrelevante”, argumentando que “os homossexuais são minoria minúscula, e casados, só poucas centenas”.

César das Neves parte depois para um ataque à imprensa, que acusa de “compulsivo enamoramento mediático com os homossexuais” e de promover uma “catequização mediática” sobre os direitos dos casais do mesmo sexo.

“A homossexualidade é aqui usada como mero instrumento para um propósito ideológico de fundo”, argumenta, acusando que a família é hoje o novo alvo do “inverno ideológico do liberalismo”, em nome do “mito da emancipação sexual”.

Os comentários estão desactivados.