Vida

Estes são os seres humanos mais altos

Os holandeses são os seres humanos mais altos, uma realidade que se pode explicar por condições ambientais favoráveis, mas também pela selecção natural, sugere um estudo publicado hoje pela revista científica britânica Royal Society.

As mulheres medem em média 1,71 metros e os homens 1,84. Mas nem sempre foi assim.

"Os Países Baixos têm uma história notável no que respeita à altura dos seus habitantes", aponta o estudo, que lembra que os holandeses eram os habitantes mais pequenos da Europa, com uma altura média de 1,65 metros.

Nos últimos 150 anos, os holandeses cresceram 20 centímetros. Por comparação, no mesmo período, os norte-americanos aumentaram seis centímetros, indicou o estudo realizado por Gert Stulp, especialista em saúde das populações na Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, que também acentuou o facto de a altura, de uma forma geral, ser hereditária.

"A superioridade em altura dos holandeses é atribuída a factores ambientais", avança o estudo, que cita para isso uma boa alimentação, designadamente um forte consumo de produtos lácteos, bem como o acesso a cuidados de saúde.

Mas o ambiente não explica tudo: "É possível que a selecção natural tenha agido em combinação com o contexto ambiental para favorecer uma grande altura nos holandeses", refere o estudo.

Para compreender a ligação entre a selecção natural e a altura, os investigadores analisaram diferente informação, como a situação familiar, o número de filhos ou a idade aquando do primeiro nascimento, a partir de uma amostra com mais de 94.500 pessoas, que viveram no norte dos Países Baixos entre 1935 e 1967.

Nestas três décadas, a análise sugere que as pessoas que tiveram mais filhos foram os homens mais altos e as mulheres de estatura média.

Desta forma, o número de filhos dos homens mais férteis, e com mais sete centímetros de altura do que a média, foi 0,24 vezes superior ao dos filhos dos homens menos férteis e que mediam menos 14 centímetros do que a média.

"Porque os indivíduos mais altos são susceptíveis de terem mais filhos, que vão ser altos por sua vez, então a altura média da descendência tende a ser superior à da precedente", disse à agência noticiosa AFP o investigador Gert Stulp, que, não obstante, relativizou o facto de o seu estudo não se fundar em análises genéticas, devido à falta de material disponível.

Já nos EUA, são as mulheres de pequena altura e os homens de estatura média que têm mais filhos, ainda segundo Gert Stulp.

Lusa/SOL