Sociedade

Pode estar infectado com VIH e não saber

Em Portugal, há cerca de 25 mil pessoas que estarão infectadas com VIH sem o saberem.

Estes números são avançados por António Diniz, director do programa nacional para a Infecção VIH/sida ao jornal Público. Estima-se que o país terá entre 0,6% a 0,7% da população infectada com o virus, o que corresponde a cerca de 65 mil a 70 mil pessoas.

Esta é a primeira vez que se conhecem números das pessoas infectadas com esta doença que estão a ser seguidas nos hospitais portugueses. Em Março, à volta de 31 mil doentes estavam a ser acompanhados em 23 hospitais. Como ainda falta conhecer os números de nove estabelecimentos de saúde, prevê-se que o total chegue aos 35 mil, o que representa entre 80% e 90% das pessoas diagnosticadas com VIH.

Ainda assim, António Diniz estima que existam cerca de 25 mil que têm VIH, mas que nem sequer estão a par da sua situação. Ou seja, apenas 60% das 65 mil a 70 mil pessoas que terão o VIH em Portjugal é que estão diagnosticadas.

Outro dos problemas destacados pelo director do programa nacional são os diagnósticos muito tardios, o que acontece em 58% dos casos. O objectivo é reduzir esta percentagem para 35% até 2016. Por isso, desde 2014 que é possível fazer testes rápidos de detecção de VIH nos centros de saúde – antigamente só podiam ser feitos nos Centros de Aconselhamento e Detecção Precoce do VHI (CAD). Actualmente, mais de 70% dos testes continuam a ser feitos nos CAD.