Politica

CDS não desiste de Freitas do Amaral

O CDS não vai abdicar de manter Paulo Freitas do Amaral como cabeça de lista na corrida à Câmara de Oeiras. A garantia foi dada esta tarde ao SOL por um dirigente centrista, poucas horas depois do Tribunal de Oeiras ter chumbado a candidatura do ex-socialista.    

de acordo com a mesma fonte, o cds vai recorrer da decisão do tribunal de oeiras. isto porque, alegam os centristas, uma lista com 11 candidatos é suficiente, "de acordo com n.3 do artigo 27º da lei eleitoral autárquica", frisou a fonte, para se manter na corrida.

mas o tribunal de oeiras considera que não e defende que já não há tempo para suprir irregularidades. estas irregularidades resultaram da desistência de 11 candidatos a vereadores que integravam a lista de freitas do amaral.

o cds foi notificado a proceder à substituição. "e assim o fez, ontem", assegurou a mesma fonte ao sol. mas "o juíz entendeu que este número não era suficiente para que a candidatura continuasse o seu caminho", explicou.

a candidatura de paulo freitas do amaral a oeiras já começou de forma atribulada. o actual presidente da junta de freguesia da cruz quebrada foi eleito pelo movimento independente 'oeiras vive' (mov) em 2009, enquanto ainda era militante do ps.

mas em 2011, ano em que decidiu que seria candidato ao lugar de isaltino morais, freitas do amaral rasgou a militância socialista e aceitou o apoio do cds quando ainda faltavam dois anos para as eleições autárquicas.

o apoio centrista foi mal recebido pelo mov. este ano, e depois de formalizado o apoio do cds a freitas do amaral, o mov decidiu encerrar actividade por estar em desacordo com este apoio a uma lista que se apresentava como independente.

ricardo.rego@sol.pt