Pritzker premeia chileno

«Poucos conseguiram corresponder às exigências da prática da arquitetura como disciplina artística, encarando também os desafios sociais e económicos da atualidade. Aravena alcançou ambos, e ao fazê-lo expandiu consideravelmente o papel do arquiteto», declara o comunicado do júri do Pritzker. O mais importante prémio de arquitetura do mundo nunca tinha sido atribuído a um Chileno.

Pritzker premeia chileno

Alejandro Aravena nasceu em Santiago do Chile em 1967 e é o comissário da próxima bienal de arquitetura de Veneza. Tem obra construída nos Estados Unidos, na China e na sua cidade natal, nomeadamente cinco edifícios para a universidade onde estudou.

Na declaração de aceitação do prémio, Aravena sublinhou a natureza coletiva da obra arquitetónica. «Ela é feita, para começar, com as mãos dos outros, os trabalhadores que põem de pé os desenhos, ao contrário do escultor, que faz a obra com as suas próprias mãos».