Tottenham reembolsa adeptos

O Tottenham anunciou que vai reembolsar os adeptos que assistiram à humilhação da equipa que foi goleada em Newcastle. E não foi o primeiro caso na Premier League.

Tottenham reembolsa adeptos

por João Sena

Considerada a pátria do futebol, a Inglaterra continua a dar bons exemplos. O Tottenham anunciou que os jogadores vão reembolsar os adeptos que assistiram à humilhação sofrida no estádio do Newcastle, que aos 21 minutos já vencia por 5-0 e acabou com uma monumental goleada por 6-1. A compensação vai custar ao plantel qualquer coisa como 90 mil libras (102 mil euros), pois estiveram no estádio 3000 adeptos que pagaram 30 libras (34 euros) pelo bilhete.

A derrota motivou o despedimento do técnico Cristian Stellini, que tinha substituído Antonio Conte no comando dos londrinos. «Sabemos que as palavras não são suficientes numa situação como esta, mas acreditem, uma derrota como esta doeu. Apreciamos o vosso apoio, tanto em casa como fora, e com isto em mente, gostaríamos de reembolsar os adeptos com o custo dos bilhetes para o jogo em St. James Park. Sabemos que isto não muda o que aconteceu no domingo, mas vamos dar tudo para recuperar frente ao Manchester United, em que o vosso apoio significará tudo para nós. Juntos e somente juntos poderemos seguir em frente», pode ler-se na nota publicada pelo clube nas redes sociais.

O Tottenham está na sétima posição e fora dos lugares de acesso às competições europeias no próximo ano. Depois deste descalabro, a equipa de Londres redesenhou a sua estratégia para o que falta da atual temporada. Após dispensarem o treinador e de os jogadores terem prometido reembolsar os adeptos que estiveram no estádio do Newcastle, os spurs anunciaram um novo departamento denominado Conselho de Consulta dos Adeptos. O novo conselho vai ser um espaço de discussão de vários temas, como «visão estratégica e objetivos do clube,  prioridades e planos de desempenho fora do campo, questões operacionais, propostas relativas a mudanças significativas no património do clube, questões e planos do estádio, estratégia da comunidade do clube, igualdade, diversidade e compromissos de inclusão e planos para um envolvimento mais amplo dos adeptos». 

Esta não foi a primeira vez que os jogadores decidiram reembolsar os adeptos na sequência de maus resultados com a particularidade de o Tottenham estar nas duas histórias. Em 2009, os futebolistas do Wigan decidiram restituir o dinheiro que os adeptos pagaram para ver a equipa ser goleada em White Hart Lane, pelo Tottenham, por escandalosos 9-1, em jogo da liga inglesa. «Como um grupo de profissionais, ficámos envergonhados pela forma como jogámos. Sentimos que deixámos ficar mal os nossos adeptos. Por isso, e pela sua tremenda lealdade, decidimos devolver-lhes o dinheiro que gastaram para comprar o bilhete», anunciou na altura o defesa Mario Melchiot. O Wigan não adiantou quantos adeptos estiveram a apoiar a equipa em Londres, mas disse que a soma que os jogadores pagaram foi de cinco dígitos.